Vejam um ciclista, ele gosta de ajudar as pessoas e de preservar a natureza

Olá Visitante
 


 
Depoimentos



Autor: Luiz Paulo Motta
Data: 19Maio2008
Fonte: E-mail

Título: Superei o meu limite....

Caros amigos...

Superei sim meus limites...

Acordei já quase arrependido as 3 da manhã. Resmunguei comigo mesmo... acho que pirei geral... 3 da manhã... eu passando hipoglos....

Saí de casa as 3:50... já na EPTG, moro em Clean Waters, voltei, esqueci os sanduiches...

Chegamos, eu e Drica, as 4:20...

Procurei meu ônibus... e nada.

Eu tava em um ônibus e minha amada em outro... tudo bem... acontece... eu não solicitei nada e ninguém tem obrigação de saber que sou namorado dela.

Fomos numa boa...

Chegamos em Santo Antônio... pegamos as bikes... Largada...

QUE LINDOOOOO!!!!!!!!!!!!

Um monte de bikers e bikes... ladeira acima... ladeira abaixo.

Entramos na terra...

1º PC... beleza... gelo pra caramba... tangerina... banana. Camaradagem e amizade.

E tome pedal... ladeira acima... ladeira acima.... ladeira acima... caramba como sobe...

2º PC... Bom, ai começou o problema... Não tinha tangerina, nem banana, as que tinham estavam verdes... mas ainda tinha gelo. Camaradagem. Amizade.

E tinha a companhia inseparável da Drica.

E tome mais ladeira... pra cima... pra baixo... eu já tava empurrando a Valentina tinha tempo...

e chega o 3º PC... Sem Gelo, com banana, sem tangerina. Camaradagem e amizade. Marcelino tava lá.

E tome pedal até Corumbá... Nisso passou um carro da organização e nos alertou que a última onda saía dalí 10 minutos, e avisou que quem não chegasse lá a tempo tava fora.

Chegamos em Corumbá... às 15 horas...

Tinha um monte de ciclistas lá esperando a tal 3ª ONDA!!!!!

Pressão de cá, pressão de lá... para que fossemos na terceira ONDA... Não fomos!!!

Disse ao guia Cacá...

"Vou ficar e esperar o resto da cozinha... tô com o meu amigo GPS, com Track log cedido pela organização e não sou padre... eu chego lá. Mas vou esperar a cozinha chegar... eles querem chegar pedalando e é o que vai acontecer." Chegou a cozinha... comemos, bebemos e saímos com a ajuda do Antonio e do Cacá, que se convenceu a esperar.

Tinha uns 20 ciclista na última marola.

Beleza, vamos la´.

Subidaço de asfalto... empurrei até num aguentar mais... Pedal, pedal, pedal...

Farid tomou um tombinho de nada... 360 graus a frente... joelho inchado, mas continuou... um Leão.

Fomos juntos... a excessão do Cacá e mais uma cozinha. Chegamos no asfalto... esperamos a última cozinha chegar...

Farid machucado e a cozinha... todos juntos... cheio de luzinhas piscando... Passamos pelo corredor final...

Todo mundo aplaudindo.

A COZINHA É O MELHOR LUGAR DO PEDAL.

Valeu.

Luiz Paulo

Marca registrada Rebas do Cerrado - Nota de rodapé do site
Webdesigner: Débora Alves

A primeira versão deste site foi construída por Eliézer Roberto Pereira , Bob King, um dos fundadores do Rebas do Cerrado que infelizmente nos deixou em dezembro de 2004.

Posteriormente o nosso amigo Marcelino Brandão Filho, também fundador e coordenador do grupo por 6 anos, desenvolveu com dedicação ímpar uma nova versão. Marcelino faleceu em julho de 2013 e além do site deixou entre outros legados importantes a padronização dos procedimentos de operacionalização e condução dos eventos Rebas.

Mantemos a página principal o mais próximo possível do desenho original em homenagem aos dois fundadores.

As marcas Rebas® e Rebas do Cerrado®, bem como o logotipo® do grupo Rebas do Cerrado são Marcas Registradas® pelo Instituto Nacional de Propriedade Industrial(INPI), com todos os Direitos Reservados.